25

Hoje eu me perdoei. Foi um momento bonito, um lapso de tranquilidade, como um sol na ponta dos dedos; nesse acalento invisível eu me disse umas coisas sinceras e pareceu que espiava o cômodo mais estranho da alma, biblioteca sentimental, onde os livros não precisam ser escritos porque estamos dentro deles, e onde vamos herdando o conhecimento de tantas vidas que vieram antes da nossa. Quando fiquei presa no coração do mundo aprendi por alguns minutos a aceitar meu caminho, talhado à base de uma persistência que se dizia ingrata; eu tive amor aos meus passos. Porque de tantas coisas que eu queria ter sido, ou ainda espero que seja, não são nada perto do que eu já sei.

Há um espaço para todos os destinos, inclusive os abortados, mas eu nunca pensei que este fosse o lugar certo.

Toda a outra parte da solidão, aqueles raios escuros de medo, culpa e ansiedade, pela primeira vez não deram cria. Hoje a minha consciência era outro tipo de universo, pedindo espaço para se expandir dentro de uma garrafa. Para caber em um poema.

Não sei como me perdoar todos os dias, capturar o pássaro de açúcar que se desmancha na mão. É diferente das vezes em que me vem euforia (o tipo alegre, desbocado, de receber as boas notícias) e eu acho que vou ser feliz para sempre, diferente de uma felicidade ordinária com maquiagem de palhaço. É uma paz frágil e delicada que pede ali que eu calce meus melhores sapatos e dance no escuro. A pausa mais longa e necessária, própria dos invernos, dos ciclos completos.

Mas pode ser que amanhã eu também não me arrependa, de ter ficado e ido embora. De repente eu saiba, no fundo, que não é fácil ter paciência, nem sempre é fácil aceitar as ressacas do tempo, por outro lado há firmeza na memória – e é muito simples ter esperança.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s